[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Profissionais têm que cumprir 40 pontos no Programa de Educação Profissional Continuada por ano-calendário

De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em 2015 o Brasil registrou 536.655 profissionais (347.533 contadores e 189.122 técnicos em contabilidade). Em 2004, data do primeiro registro, eram 359.019.

A educação profissional continuada é importante para os contadores do pais se manterem atualizados.

A Norma Brasileira de Contabilidade (NBC) PG 12 (R1) determina que a partir de 2016, todos os responsáveis técnicos pelas demonstrações contábeis ou que exerçam funções de gerência e chefia no processo de elaboração das demonstrações contábeis, de empresas reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pelo Banco Central do Brasil (BCB), pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), ou que sejam consideradas de grande porte, têm que cumprir a Educação Profissional Continuada (EPC).

O objetivo é garantir que esses profissionais se mantenham atualizados e em sintonia com as alterações que ocorrem nas normas em geral e na legislação aplicada ao setor.

Os profissionais enquadrados na regra precisam obter, pelo menos, 40 pontos no Programa de Educação Continuada por ano-calendário.

A Norma exige também que a EPC seja cumprida por todos os auditores independentes, mesmo aqueles que não atuam no mercado regulado.

 

Fonte

Responsáveis técnicos por demonstrações contábeis devem cumprir Educação Continuada

[/vc_column_text][vc_empty_space height=”8px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row]