[vc_row][vc_column][vc_column_text]

O RH e suas tendências estão em constante mudança, uma pesquisa realizada pela Deloitte indicam as áreas mais importantes para investir.

As constantes mudanças globais pressionam as empresas a se reajustarem quanto suas forças de trabalho, o ambiente organizacional e, até mesmo, a forma de trabalhar. Mesmo após anos focados em engajamento e retenção de profissionais, desenvolvimento de liderança e disseminação de uma cultura, os executivos veem agora a necessidade de redesenhar as organizações.

Quatro forças poderosas podem ser citadas como resultantes em mudanças significativas para as áreas de Recursos Humanos e suas respectivas organizações:

  1. Mudanças demográficas;
  2. Evolução da tecnologia digital;
  3. Rápida inovação nos modelos de negócios;
  4. Alteração na relação empregador-empregado.

Os impactos dessas mudanças são novos desafios de talentos e, ao mesmo tempo, possíveis soluções completamente diferentes para as gerações atuais de líderes. A “nova organização” exige equipes com autonomia, líderes mais jovens e globais e um novo modelo de gestão de talentos. Este novo modelo vem sido tratado como prioridade pelos líderes empresariais.

Após realizada pesquisa em cerca de 130 países e analisadas mais de 7 mil respostas, 10 tendências de cultura e estrutura organizacional foram identificadas como pilares fundamentais para as áreas de treinamento, liderança, gestão de força de trabalho e RH.

São essas:

As organizações mais efetivas no futuro serão aquelas que adotarem esses pilares de tendência e cultura e trabalharem em cima disso.

Fonte:

Global Human Capital Trends 2016   pela Deloitte

[/vc_column_text][vc_empty_space height=”8px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row]