[vc_row][vc_column][vc_column_text]petronas-towers-by-night-1227523-1600x1200O mercado de trabalho competitivo estimula a demanda por profissionais cada vez mais capacitados, que saibam aliar teoria e prática à capacidade gerencial, assumindo cargos de liderança em diversos setores.

Um dos caminhos mais comumente adotados para se obter esse conhecimento, são os cursos de MBA. Como demonstra a pesquisa da associação brasileira, ANAMBA (Associação Nacional de MBA), o motivo mais citado por associados e ex-associados para participar de um programa de MBA é a melhora de conhecimentos de gestão (30%).

Olhando mais para frente, os benefícios do investimento também são motivadores. Aproximadamente 28% dos ex-alunos de cursos de MBA atingiram o cargo de diretor ou presidente em suas empresas. Aproximadamente 44% deles também atribuíram uma alta parcela de contribuição à obtenção do título ou dos conhecimentos adquiridos durante o curso de MBA, quanto ao aumento de seus salários.

Como sugere o nome, Master of Business Administration, o título refere-se à especialização executiva em gestão de negócios em diversas áreas e é preciso levar em conta, porém, que um MBA não oferece o conhecimento técnico de um setor específico.

Em se tratando de uma empresa com foco no mercado financeiro, a certificação CFA (Chartered Financial Analyst) é hoje uma das de maior peso no mercado, sendo altamente valorizada pelos contratantes graças ao seu currículo amplo e constantemente atualizado.

A certificação CFA tende a ser mais apropriada para profissionais do mercado financeiro que querem, especificamente, seguir um programa de estudo flexível enquanto trabalham, além do custo relativamente baixo em comparação ao MBA.

Em artigo, a revista Forbes ressalta o caminho que vem sendo adotado pelo CFA Institute desde 2006, quando deu início a um programa que tem hoje parceria com 41 graduações no mundo. O objetivo da parceria é garantir que pelo menos 70% do currículo do CFA seja ministrado pelas instituições no seu curso de MBA, fortalecendo o conhecimento em especialidades financeiras e facilitando uma posterior certificação CFA.

Mediante o cenário, fica clara a necessidade das empresas e também instituições de ensino em se adaptarem às tendências do mercado, que exigem cada vez mais abrangência no conhecimento, de forma aprofundada.[/vc_column_text][vc_empty_space height=”24px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_separator color=”orange” style=”dashed” border_width=”2″ el_width=”80″][vc_column_text]Fontes:

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]